Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Povos Indígenas começam a ser vacinados contra gripe

Povos Indígenas começam a ser vacinados contra gripe
21 abril 16:32 2019 Imprimir notícia
Saúde

O primeiro dia de ação aconteceu na aldeia de Três Palmeiras, em Aracruz.

Na manhã desta quarta-feira (17/04), o Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), esteve presente na abertura do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas (MVPI), para dar início à imunização contra gripe e demais vacinas do calendário de vacinação indígena.

Todos os índios a partir dos seis meses de vida fazem parte do público-alvo da campanha nacional de vacinação contra gripe. O primeiro dia de ação aconteceu na aldeia de Três Palmeiras, em Aracruz, e foram vacinados até o momento no município 1.161 índios, com cobertura de 28,48%. Um dos objetivos da campanha é vacinar os 4.076 índios aldeados residentes no Estado.

“Foi um evento muito relevante para reforçar a importância da saúde indígena e a prevenção das doenças imunopreveníveis nessa população. Ofertamos não só a vacina contra a gripe, em vista do período da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, mas também a atualização da caderneta de vacinação conforme Calendário de Vacinação Indígena”, explicou Danielle Grillo, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações.

A campanha de vacinação acontecerá até o dia 31 de maio nas aldeias indígenas do Estado. Estiveram presentes na abertura da campanha representantes da Sesa, do Ministério da Saúde, da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), da Coordenação Regional de Minas Gerais e Espírito Santo e da Secretaria Municipal de Saúde de Aracruz.

Público-alvo

No Espírito Santo, 1.036.563 pessoas estão entre o público-alvo da campanha contra a gripe, que tem como meta imunizar pelo menos 90% (932.907) do total, conforme estabelece o Ministério da Saúde. Para atender a essa necessidade, o Estado irá receber um total de 1.130.100 doses da vacina do governo federal.

Fazem parte do público-alvo pessoas com 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos de idade (até cinco anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Cobertura da campanha

• Crianças: 14,1%

• Trabalhadores da saúde: 12,85%

• Gestantes: 19,61%

• Puérperas: 24,53%

• Indígenas: 28,48%

• Idosos: 19,57%

• Professores: 7,46%

PORTAL SBN| SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS

Deixe seu comentário