Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Doenças transmitidas por alimentos podem ser fatais: 700 surtos são notificados por ano

Doenças transmitidas por alimentos podem ser fatais: 700 surtos são notificados por ano
26 junho 11:29 2019 Imprimir notícia
Saúde

Provavelmente você já escutou alguém falar que está passando mal por causa de algo que comeu. Isso é comum porque muitas doenças são transmitidas por alimentos contaminados por vírus, bactérias, toxinas e outros parasitas. Segundo o Ministério da Saúde (MS) existem mais de 250 tipos de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) no mundo.

Algumas doenças se apresentam em locais e alimentos diferentes, mas para ser considerado um surto é necessário que duas ou mais pessoas apresentem sintomas semelhantes após ingerirem o mesmo alimento ou líquido de mesma origem, normalmente em um mesmo local. Com exceção apenas de doenças de alta gravidade, como Botulismo e Cólera, que apenas um caso já é considerado surto.

Segundo o MS as doenças transmitidas por alimentos são importantes causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Em muitos países, durante as últimas duas décadas, têm emergido como um crescente problema econômico e de saúde pública, especialmente, no século em que vivemos devido as várias mudanças globais, incluindo crescimento da população, pobreza, exportação de alimentos e rações animais, que influenciam a segurança alimentar internacional.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera as DTA uma grande preocupação de saúde pública global e estima que, a cada ano, causem o adoecimento de uma a cada 10 pessoas e 33 milhões de anos de vida perdidos. Além disso, as doenças podem ser fatais, especialmente em crianças menores de 5 anos, causando 420 mil mortes. Na região das Américas, as doenças diarreicas são responsáveis por 95% das DTA.

No Brasil, a vigilância epidemiológica das DTA (VE-DTA) monitora os surtos de DTA e os casos das doenças definidas em legislação específica. De acordo com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), são notificados em média, por ano, 700 surtos de DTA, com envolvimento de 13 mil doentes e 10 óbitos.

Sintomas

Como as doenças transmitidas por alimentos (DTA) podem ter várias causas, não há um quadro clínico específico. No entanto, os sintomas mais comuns são: náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre.

Causadores

Os principais causadores das doenças transmitidas por alimentos são: Salmonella, Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Coliformes, Bacillus cereus, Rotavírus e Norovírus.Provavelmente você já escutou alguém falar que está passando mal por causa de algo que comeu. Isso é comum porque muitas doenças são transmitidas por alimentos contaminados por vírus, bactérias, toxinas e outros parasitas. Segundo o Ministério da Saúde (MS) existem mais de 250 tipos de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) no mundo.

Algumas doenças se apresentam em locais e alimentos diferentes, mas para ser considerado um surto é necessário que duas ou mais pessoas apresentem sintomas semelhantes após ingerirem o mesmo alimento ou líquido de mesma origem, normalmente em um mesmo local. Com exceção apenas de doenças de alta gravidade, como Botulismo e Cólera, que apenas um caso já é considerado surto.

Segundo o MS as doenças transmitidas por alimentos são importantes causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Em muitos países, durante as últimas duas décadas, têm emergido como um crescente problema econômico e de saúde pública, especialmente, no século em que vivemos devido as várias mudanças globais, incluindo crescimento da população, pobreza, exportação de alimentos e rações animais, que influenciam a segurança alimentar internacional.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera as DTA uma grande preocupação de saúde pública global e estima que, a cada ano, causem o adoecimento de uma a cada 10 pessoas e 33 milhões de anos de vida perdidos. Além disso, as doenças podem ser fatais, especialmente em crianças menores de 5 anos, causando 420 mil mortes. Na região das Américas, as doenças diarreicas são responsáveis por 95% das DTA.

No Brasil, a vigilância epidemiológica das DTA (VE-DTA) monitora os surtos de DTA e os casos das doenças definidas em legislação específica. De acordo com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), são notificados em média, por ano, 700 surtos de DTA, com envolvimento de 13 mil doentes e 10 óbitos.

Sintomas

Como as doenças transmitidas por alimentos (DTA) podem ter várias causas, não há um quadro clínico específico. No entanto, os sintomas mais comuns são: náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre.

Causadores

Os principais causadores das doenças transmitidas por alimentos são: Salmonella, Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Coliformes, Bacillus cereus, Rotavírus e Norovírus.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES REDAÇÃO FOLHA VITÓRIA

Deixe seu comentário