Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

ASSENOR e vereadores se reunem para discutir agenda de desenvolvimento

ASSENOR e vereadores se reunem para discutir agenda de desenvolvimento
02 maio 14:07 2019 Imprimir notícia
Legislativo

Empresários da Associação Empresarial do Norte do Estado do Espírito Santo – ASSENOR e vereadores se reuniram na tarde desta segunda-feira (29/04), no plenário da Câmara para debater uma pauta pelo desenvolvimento de São Mateus. A maioria das reivindicações da entidade, referem-se às questões ambientais, projetos de utilização de emendas para investimento em abastecimento de água, construção da barragem do Bamburral, saneamento básico, preservação das nascentes, além de um polo industrial, coleta seletiva, renovação da licença de funcionamento do aeroporto entre outros pedidos.

PRESENÇAS

Estiveram presentes o presidente da ASSENOR, Natan Beltrame; a vice-presidente, Claudeani Zanni; o diretor Administrativo, Cássio Caldeira, o diretor financeiro, Jacimar Zanelato, empresários mantenedores representantes da Suzano, Volare Veículos, Sindempresas, Sicoob, Hospital Meridional entre outros. Representando a Câmara, os vereadores AJalírio Caldeira, Aquiles Moreira, Carlos Alberto Gomes (Que representou o presidente Jorginho Cabeção, ausente por motivo de saúde), Doda Mendonça, Jaciara Teixeira, Jozail do Bombeiro e Temperinho.
O vereador Jerri Pereira justificou ausência, informando que não compareceu em virtude de uma reunião agendada com moradores de Barra Seca, no mesmo horário do encontro.

BARRAGEM

Os empresários pediram unidade política para avançar nas principais demandas do município, apontando a segurança hídrica como prioridade. Segundo Natan Beltrame, a Assenor liderou um projeto de construção da barragem do Bamburral, tendo a participação dos produtores rurais no processo, mas explicou que interromperam os estudos em 2018, após o governo de PH anunciar a intenção de construi-la no ano passado. “Nós tinhamos até verba liberada pelo Sicoob, mas não fomos adiante porque fomos informados que o estado faria o serviço. Ficamos mais uma vez sem a barragem”, lamentou Natan.

VEREADORES

Na avaliação dos vereadores presentes o encontro foi produtivo. Todos se colocaram à disposição da entidade e propuseram ampliar as discursões envolvendo também o prefeito Daniel Santana e o governo do estado neste debate. “Fico satisfeita em conhecer essas frentes de discussão e me coloco à disposição de vocês. Sugiro manter um grupo de trabalho para cada assunto. O que importa é tentar resolver, a gente tem que buscar de fato o entendimento”, disse Jaciara Teixeira.

“Convidamos o prefeito para vir à Câmara e não tivemos sucesso. Outros segmentos tentam essa aproximação e não conseguem agenda. Legislar e fiscalizar a gente tem feito, mas para o município andar a administração precisa fazer a sua parte. No que depender de mim, pode ter certeza que a Assenor tem meu apoio”, afirmou Jozail do Bombeiro.

Segundo Doda Mendonça, parlamentar do bloco governista, oposição e situação precisam afinar o discurso. “É muito importante este diálogo, estou vendo a união de vocês. A população também precisa desse entendimento entre câmara, governador, prefeito, deputados”.
Aquiles Moreira destacou a preocupação ambiental e a necessidade de investir no saneamento. “Meio ambiente tem que ser olhado com bons olhos, não só aqui, mas em todo o Brasil. Os nossos governantes nunca olharam. São Mateus, um município de quase quinhentos anos com esgoto a céu aberto. Temos que fazer o nosso dever de casa. Parabéns a este grupo por se preocupar com isso. É viável nessa discussão incluir também o Ministério Público”.

“Parabenizo a Assenor pelo primeiro encontro e espero que tenhamos mais reuniões como esta com a sociedade organizada para discutirmos os rumos de São Mateus”, disse Ajalírio Caldeira

INVERSÃO DE PRIORIDADES

No comando da reunião, o vereador Carlos Alberto também sugeriu convidar o prefeito, o governador e promotores. Afirmou também que o chefe do Poder Executivo não deve se distanciar das agendas de desenvolvimento. “Quando a gente faz o trabalho de fiscalizar, isso incomoda. Imaginem que o município vai gastar R$ 4,5 milhões com calçadão de Guriri, quase R$18 milhões para trocar o calçamento da Avenida Oceano Atlântico e a saúde e a educação carentes de investimentos. Isso é inversão de prioridade.

ABRANGÊNCIA

A ASSENOR – Associação Empresarial do Norte do Estado do Espírito Santo, abrange os municípios de São Mateus, Jaguaré, Conceição da Barra e Pedro Canário, mantida por empresas privadas mantenedoras e seus associados. De acordo com os gestores, a entidade surgiu como um segmento do “Espírito Santo em ação”, para unir empresários e empresas, agregar esforços e ideais, auxiliar o governo com projetos e soluções, auxiliar a gestão municipal, enfim somar com toda a sociedade na busca de soluções diante de tantos desafios e de uma pluralidade infinita de grandes oportunidades.

PORTAL SBN| SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS/CMSM

Deixe seu comentário

SIGA-NOS