Governo do Estado do ES autoriza novas obras de infraestrutura na Serra

facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin thumblr
Portal SBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Governo do Estado do ES autoriza novas obras de infraestrutura na Serra

As intervenções no bairro Porto Dourado contam com 30 mil metros quadrados de pavimentação em blocos de concreto
Serra - Obras

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, neste sábado (28), o início de novas obras de infraestrutura urbana no município da Serra. Ao todo, serão investidos R$ 50,8 milhões em convênios para execução de drenagem e pavimentação de diversas ruas, além da desobstrução do banco de areia na foz do rio Reis Magos. Ao lado do prefeito Sérgio Vidigal, Casagrande participou da inauguração do Sistema Viário Eldes Scherrer Souza, no bairro Laranjeiras.

Governo do Estado do ES autoriza novas obras de infraestrutura na Serra

“Eu sou apaixonado pela Serra e estamos inaugurando uma obra do tamanho da cidade, que significa responsabilidade, transparência e humildade. O prefeito pegou essa obra com menos de 1% concluída e tocou fazendo essa entrega maravilhosa, respeitando a população de Serra. Estamos aproveitando para anunciar convênios de R$ 50 milhões para trazer mais infraestrutura. São várias obras na Serra, que nunca recebeu tantos investimentos do Governo do Estado como agora. Enquanto for governador, estarei ao lado do povo serrano”, afirmou o governador.

Um dos convênios firmados entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), e a Prefeitura da Serra prevê um investimento de R$ 26 milhões na execução de drenagem e pavimentação das ruas Letônia, Líbano, Lírios, Lisboa, Lituânia, Luxemburgo, Marrocos, Marselha, Montevidéu, Mônaco, Nicarágua, Nigéria, Noruega, Pedro Canário, Vila Velha, Alça 1, Alça 2, Groenlândia, Guatemala, Guiana Francesa, Havana, Moçambique e Avenida Malásia, no bairro Porto Dourado.

As intervenções no bairro Porto Dourado contam com 30 mil metros quadrados de pavimentação em blocos de concreto, 4 mil metros de rede de drenagem, 197 caixas ralo, 69 poços de visita, 10 mil metros quadrado de meio fio pré-moldado, 16 mil metros quadrados de calçada em concreto camurçado, 176 metros de rampa de pedestres, 4 mil metros quadrados de ladrilho hidráulico e 585 metros quadrados de sinalização horizontal.

Já no bairro Balneário de Carapebus, foi firmado convênio para execução das obras de drenagem e pavimentação das ruas Abacateiro, Acácias, Ameixeira, Carambola, Castanheiras, Chácara do Céu, Cupuaçu, Figueira, Flamboyant, Genipapeiro, Ipê, Laranjeira, Marmeleiro, Peroba, Pitangueira, Tangerina e Ruas Projetadas 1, 3, 4, 5 e 6.

O investimento é de R$ 21,8 milhões e conta com 31 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica, 4 mil metros quadrados de pavimentação em blocos de concreto, 1.886 metros de rede de drenagem, 249 caixas ralo, 123 poços de visita, 9.807 metros de meio fio pré-moldado, 20 mil metros quadrados de calçada em concreto camurçado, 4 mil metros quadrados de ladrilho hidráulico e 419 metros quadrados de sinalização horizontal.

“A execução dos serviços de drenagem e pavimentação de ruas nos bairros Porto Dourado e Balneário de Carapebus trará maior mobilidade e acessibilidade de veículos e pedestres, melhorando a qualidade de vida para os moradores e consequente do desenvolvimento urbano para o município da Serra”, destacou o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente.

Ainda no município foi autorizada a desobstrução do banco de areia na foz do rio Reis Magos, com investimento do Governo do Estado de R$ 2,6 milhões. O projeto prevê a retirada de 1.200 metros cúbicos de areia, restabelecendo a calha do rio, possibilitando a saída dos pescadores para o mar.  

“Diante da piora do assoreamento, formou-se um grande banco de areia no local, inclusive com a formação de pequenos lagos. Além disso, a restinga cresceu. Do outro lado, a erosão já tomou conta da costa. Com a desobstrução o impacto será para toda região e pescadores que dependem do manancial para viver”, acrescentou Marcus Vicente.

Portal SBN

Últimas da Bahia

Veja Mais +