Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Sinais de alarme que indicam que está numa relação abusiva

Sinais de alarme que indicam que está numa relação abusiva
11 janeiro 19:24 2020 Imprimir notícia
Estilo de Vida

Saber identificar um relacionamento abusivo nem sempre é simples ou óbvio. Por vezes a mulher ou o homem está tão apaixonado pela outra pessoa que não se apercebe ou consegue admitir que a relação está a ser prejudicial para o seu bem-estar emocional e físico. E surgem as justificações mais mirabolantes para comportamentos menos próprios por receio de perder a pessoa amada.

Tenha muita atenção. O relacionamento abusivo pode começar com atitudes que podem parecer inocentes e gradualmente evoluir para comportamentos tóxicos e violentos.

A versão brasileira do jornal Metro divulgou alguns sinais de alarme que podem indicar que está numa relação abusiva, segundo a psicóloga Bianca Bortolini Ferreira do Amaral:

1. Ciúmes excessivos

O parceiro, ou a parceira, não gosta que socialize com os seus amigos. Sentem ciúmes dos amigos independentemente do gênero e inclusive de familiares. E quando tem coragem para contrariar o amado e estar com os entes queridos, a pessoa liga ou manda mensagens constantemente.

2. Controlo financeiro

Já não controla o seu dinheiro? Quando quer comprar algo tem que pedir permissão? Ou seja, um dos sinais mais alarmantes de abuso é a gestão total ou quase total dos recursos financeiros da outra pessoa ou do casal.

3. Manipulação

Seja qual for a conversa ou discussão, você está sempre errado e a sua opinião é invalidada. Mesmo sentindo que as suas ideias têm valor, acaba por sentir que está maluco. Inclusive, é chamado inúmeras vezes de louco.

4. Invasão de privacidade

A pessoa sabe todas as suas palavras passe das redes sociais e email e controla todas as suas conversas. Não tem privacidade para conversar com amigos e familiares. Mais ainda, também tem as suas senhas da conta do banco e do que quer que seja.

Caso tenha identificado algum destes sinais de abuso procure ajuda de um profissional, como um psicólogo que poderá ajudá-lo a ultrapassar esta situação.

PORTAL SBN | SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Próximos Eventos