Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Secretaria da Educação do Estado mobiliza estudantes que moram em áreas remotas para a inscrição do ENEM

Secretaria da Educação do Estado mobiliza estudantes que  moram em áreas remotas para a inscrição do ENEM
16 maio 19:35 2019 Imprimir notícia
Educação

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) está dando todo o suporte para que os estudantes que moram em áreas longínquas da Bahia e estudam pelo Programa Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC) façam as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que seguem até esta sexta-feira (17/05), pelo site do INEP (https://inep-enem.com.br/). O EMITEC vence a dimensão geográfica da Bahia, que detém a maior população rural do país (cerca de 3,7 milhões de habitantes), e, aliando tecnologia e interatividade, chega em 351 localidades afastadas dos centros urbanos de 133 municípios, beneficiando, em 2019, 18.107 alunos. Destes, 5.547 fazem o terceiro ano e estão aptos a fazer o ENEM.

As inscrições dos estudantes do EMITEC estão sendo feitas nas telessalas com a ajuda dos mediadores, que acompanham os alunos durante as aulas, e, também, nas escolas estaduais que ofertam o EMITEC. Além disso, os estudantes estão podendo utilizar as estruturas dos 11 Centros Territoriais de Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (CEMIT), que atuam de forma semelhante à uma escola e são responsáveis pela vida curricular dos estudantes matriculados no EMITEC. Os CEMIT estão localizados nos Territórios de Identidade (TI) de Irecê (na cidade de Irecê); TI Velho Chico (em Barra e Bom Jesus da Lapa); TI da Chapada Diamantina (em Seabra); TI do Sisal (em Serrinha); no TI Baixo Sul (em Valença); no TI Sertão do São Francisco (em Juazeiro); TI Bacia do Rio Grande (em Barreiras); TI Vitória da Conquista, com sede na mesma cidade; TI Médio Rio de Contas (em Jequié); e no TI Piemonte Norte do Itapicuru (em Senhor do Bonfim).

Neste ano, o EMITEC conta com 1.076 turmas. O programa faz uso de uma rede de serviços de comunicação multimídia, integrando dados, voz e imagem, como alternativa pedagógica para atender a jovens e adultos que moram em localidades distantes (ou de difícil acesso), onde não há oferta do Ensino Médio. A dinâmica é estruturada de forma que o estudante que cursa o Ensino Médio nessas localidades esteja, de fato, dentro de uma sala de aula, com todos os recursos que o espaço pode oferecer.

Tecnologia e interatividade - Desta forma, as aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, e ministradas por professores da rede estadual, que contam, no estúdio, com a presença de outro docente da rede para apoio e subsídios, já que as aulas são ao vivo. Nas telessalas, os alunos contam com a presença de mediadores, que fazem a interlocução de dúvidas para os professores em estúdio e aplicam as avaliações, que são por área e interdisciplinares. A comunicação também é realizada via chat.

A diretora do EMITEC, Letícia Machado, disse que os professores mobilizam os estudantes durante todas as etapas do ENEM e isto inclui, além do processo de inscrição, a realização de aulões e simulados. “A preparação para as provas está acontecendo, gradativamente, durante todo o ano letivo, com foco na melhoria do desempenho no ENEM, com atividades que abordam os conteúdos da avaliação, simulados e resolução de questões de provas anteriores. Ao final de todas as aulas, todos os dias, os educadores resolvem questões de provas de ENEM anteriores ou passam alguma atividade e, em seguida, discutem os temas abordados. Já os aulões, começarão a partir do segundo semestre. Tudo isto é muito importante, porque os nossos estudantes precisam sonhar e precisam do nosso incentivo”, destacou.

PORTAL SBN| SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS/SECOM

 

Deixe seu comentário