Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

PM reage a assalto e mata assaltante durante roda de violão

PM reage a assalto e mata assaltante durante roda de violão
22 abril 00:24 2019 Imprimir notícia
Polícia

Um cabo da Polícia Militar de folga matou um assaltante na madrugada deste domingo (21) no bairro Campo Verde, em Cariacica. O rapaz, que não foi identificado, foi atingido por dois tiros, chegou a ser socorrido, mas acabou não resistindo.

Segundo o relato de testemunhas, o cabo da Polícia Militar estava sentado na frente de uma casa, em uma roda de violão com amigos, quando um homem de moto se aproximou e pediu um celular "emprestado".

Antes mesmo de entregar o celular, o policial deu voz de prisão ao homem, que teria sacado uma arma. Foi neste momento que o cabo reagiu.

Ele efetuou oito disparos e o assaltante caiu no chão. Uma ambulância do Samu foi solicitada para ir ao local. Enquanto esperava a unidade móvel, outros moradores se aglomeraram na região e fizeram vídeos. Segundo eles, o ladrão estava consciente e pedia para que chamassem sua mãe. Ele acabou morrendo antes mesmo de chegar no hospital.

Moradores disseram que os assaltos tem sido constantes na região. A moto que o homem pilotava foi levada para a Delegacia Regional de Cariacica. Segundo os policiais, o veículo estava com o chassi raspado e a placa era clonada.

A Polícia Militar informa que, conforme os fatos relatados, em princípio encontra-se presente a legítima defesa, em que o PM se antecipou a uma possível agressão, levando-se em consideração a menção que o criminoso fez em atirar. Como é praxe em qualquer ocorrência que tenha como resultado a letalidade, o militar envolvido responderá a um processo após conclusões dos inquéritos que serão instaurados pela Polícia Civil e pela PMES. Tais instrumentos servirão para elucidar as circunstâncias exatas em que o fato ocorreu. A arma do policial, também como prática processual, será recolhida para perícia.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES FOLHA VITÓRIA

 

Deixe seu comentário