Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Pequenos agricultores fornecem alimentos para a merenda escolar

Pequenos agricultores fornecem alimentos para a merenda escolar
09 maio 16:48 2019 Imprimir notícia
Regional

Já está em fase final de implantação em Porto Seguro o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), através do qual, 30% dos produtos utilizados no preparo da alimentação escolar são fornecidos pelos pequenos produtores locais. Este ano a prefeitura, através das secretarias de Agricultura e Educação, estará investindo cerca de R$1,5 milhões na compra dos alimentos, beneficiando diretamente nove associações de pequenos agricultores que se inscreveram no programa e apresentaram toda a documentação exigida pela lei.

A prefeita da cidade, Cláudia Oliveira, destaca a importância de se adquirir produtos da agricultura familiar local. "Temos por precaução, buscar caminhos legais que garantam a participação dos produtores locais nos certames de compra de alimentos, beneficiando o homem do campo do nosso município e consequentemente fomentando a economia local. Nossa produção da agricultura familiar é comprovodamente de boa qualidade e vai atender muito bem a merenda escolar dos nossos alunos", disse a gestora.

Todas as 108 escolas do município, incluindo as unidades da zona rural e aldeias indígenas serão contemplados pelo programa, que beneficiará cerca de 29 mil alunos. Entre os itens que passarão a integrar o cardápio da merenda escolar estão: aipim, alface, abóbora, banana, batata doce, couve, rúcula, farinha de mandioca, mamão, melancia, milho verde, maracujá, entre outras. Segundo o engenheiro agrônomo da Seagri, Lázaro Vinhas, "a prefeitura paga bem e em dia pelos produtos, gerando mais renda para os agricultores, enquanto os alunos consomem alimentos de qualidade e menos industrializados".

A coordenadora da merenda escolar da Secretaria de Educação, Maria Célia Barbosa ressalta que são necessários muita dedicação e planejamento para colocar o programa em prática. Um esforço conjunto, que leva em consideração as demandas de cada escola. "Precisamos ser eficientes para garantir uma alimentação saudável e de qualidade para nossos alunos de todas as escolas, considerando que para muitos a merenda é a única alimentação do dia", enfatiza.

O secretário de Agricultura, Aliomar Bittencourt reforça a importância do programa para incrementar a renda da agricultura familiar. "Dessa forma os produtores têm a garantia da venda dos seus produtos, fazendo com que o dinheiro circule no próprio município. Ao mesmo tempo estamos levando mais saúde para as crianças, evitando doenças através da alimentação de qualidade."

PORTAL SBN| SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS/ASCOM

Deixe seu comentário