Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99914-9706
    André Oliveira

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Moraes nega pedido de Cunha para agilizar julgamento de habeas corpus

Moraes nega pedido de Cunha para agilizar julgamento de habeas corpus
11 novembro 22:53 2017 Imprimir notícia
Destaque Política

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou pedido dos advogados do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para acelerar julgamento de dois pedidos de habeas corpus.

A defesa do peemedebista pedia que ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava-Jato, levasse dois recursos apresentados anteriormente, mas ainda não analisados, para julgamento na Segunda Turma do STF. 

O julgamento dos pedidos de liberdade de Cunha estava marcado para 24 de outubro, mas acabou sendo reagendado por Fachin para 28 de novembro, já epois do novo recurso do ex-deputado, negado agora por Moares.

No pedido, os advogados de Cunha afirmam que o ex-parlamentar é um "preso político", que continua detido por "malabarismos" jurídicos.

"Em verdade, os sucessivos adiamentos, com a consequente movimentação incomum no TRF4, e as manobras utilizadas pelo eminente ministro Edson Fachin corroboram a ideia de que o ora paciente (Cunha) é um preso político e não mais se encontra preso por hipotéticos e fantasiosos argumentos jurídicos, mas, sim, por meio de malabarismos que tentam inviabilizar a escorreita prestação jurisdicional por esta colenda Suprema Corte", argumentaram os advogados Délio Lins e Silva, Délio Lins e Silva Júnior e Larissa Lopes Bezerra.

PORTAL SBN |COM INFORMAÇÕES DE 'O GLOBO'

Compartilhe esse post

Deixe seu comentário