Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Lorrayne da Silva é morta depois de defender o amigo em briga de bar

Lorrayne da Silva é morta depois de defender o amigo em briga de bar
20 maio 19:41 2019 Imprimir notícia
Polícia

Uma jovem de 23 anos foi morta na madrugada deste domingo (19/05), no meio da rua no bairro São Pedro III, em Vitória, depois de se envolver uma uma confusão em um bar ao defender um amigo. A morte de Lorrayne da Silva Andreatta está sendo investigada na Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Mulher, mas até agora ninguém foi preso.

A irmã contou que por volta das 20h de sábado (18/05), Lorrayne foi com a filha de cinco anos e um amigo a um bar, perto da casa dela. Mas ela se envolveu numa confusão.

Testemunhas disseram à família que o amigo que estava com Lorrayne brigou com outras pessoas. Ela tentou separar a briga e acabou sendo agredida por um homem. A Polícia Militar foi chamada.

Lorrayne, então, decidiu levar a filha pra casa e contou para a mãe dela o que tinha acontecido. "Ela chegou rindo, contando pra minha mãe, que um colega arrumou confusão no bar e eles tiveram que separar. Minha mãe falou para ela não ir mais para o bar, mas ela disse 'a gente já desenrolou, mãe'", contou a irmã, que preferiu não se identificar.

Por volta das 23h, a jovem decidiu voltar para o bar sozinha, mas depois que ela saiu, o que aconteceu ainda é um mistério para a família.

A vítima foi encontrada morta na rua pelos próprios pais, que ficaram em choque. "O meu pai ficou muito abalado, ficava pedindo pra minha mãe levantar ela, sem acreditar que ela tava morta", contou a irmã, emocionada.

As poucas informações que a família tem são de relatos de testemunhas. "Um dos vizinhos parece que escutou o tiro e uma pessoa gritando, voz de mulher, falando 'por que você fez isso com ela?'", contou a irmã.

Depois do crime, a família decidiu ir embora de São Pedro III. Os pais e filhos de Lorrayne estão abrigados na casa de um parente, em outro bairro. Eles acreditam que a jovem foi morta por um motivo banal.

A irmã contou que ainda não sabe como vai contar o que aconteceu para os sobrinhos de três e cinco anos, filhos de Lorrayne. A menina mais velha já pergunta pela mãe.

"A mais velha já pergunta pela mãe. A gente ainda não sabe como contar pra ela, porque eram muito apegadas", relatou.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Mulher. Até agora, nenhum suspeito foi preso. Qualquer informação que pode ajudar a polícia nesse crime pode ser passada pelo Disque-denúncia, 181.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES G1 ES

 

Deixe seu comentário