Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Hérnia de disco: Especialista fala sobre problema na coluna que afastou Ludmilla

Hérnia de disco: Especialista fala sobre problema na coluna que afastou Ludmilla
15 maio 10:51 2019 Imprimir notícia
Saúde

Na última semana, a cantora Ludmilla cancelou dois shows por conta de problemas na coluna. Segundo informações, ela teve um quadro de lombalgia aguda – dor intensa na coluna lombar. "O que eu tive foram três hérnias de disco e aí eu não conseguia andar, não conseguia sentar, não conseguia fazer nada, estava muito mal. Fui para o hospital e graças a Deus já estou conseguindo ficar em pé", explicou, através de posts nas redes sociais, nesta segunda (13).

Neurocirurgião Adriano Scaff fala sobre problemas na coluna. Será que é possível prevenir essas lesões? Por que a coluna trava?

Na maior parte das vezes, a coluna trava por causa de um movimento errado que leva à contração muscular e compressão dos nervos que passam dentro da coluna vertebral. A segunda causa do problema são as hérnias de disco.

Outras possíveis causas são lesões nas articulações da coluna. Mas geralmente, o problema é benigno e vai melhorar com repouso e medicamentos.
A cantora Ludmilla tem só 24 anos e os médicos dizem que, ao contrário do que muita gente pensa, doenças relacionadas à coluna podem sim afetar gente jovem, principalmente quem fica muito tempo em pé.

Tem como prevenir?

Alguns hábitos são péssimos para a coluna e pescoço. Eles estão no nosso dia a dia, nas ruas. A atenção deve ser constante na hora de mexer no celular, assistir TV, dormir, carregar a bolsa, mochila. Com a postura correta você sobrecarrega menos os músculos e as articulações. E o pescoço agradece!

Para prevenir a lombalgia, por exemplo, a pessoa deve focar no fortalecimento dos músculos do CORE, que envolvem a coluna vertebral. Além disso, quem tem predisposição genética ao problema deve ter mais cuidado ao executar movimentos como levantar peso e evitar ficar parada sentada ou em pé por longos períodos.

Posições estáticas dificultam a oxigenação dos discos e contribuem para o seu envelhecimento e deslocamento.

Hérnia de disco

O neurocirurgião respondeu cinco perguntas sobre hérnia de disco:

Quem tem hérnia de disco pode fazer exercício? “Sim. Quando a pessoa está na fase aguda, que está com muita dor, ela deve evitar. Porém, já foi comprovado cientificamente que o exercício físico traz benefícios para quem tem hérnia de disco”. Antes de se exercitar, procure um especialista para saber o tipo de atividade física.

O que fazer para prevenir crises de hérnia de disco? “As crises de hérnia de disco acontecem, principalmente, em determinadas posições. A posição sentada, por exemplo, gera um sofrimento a longo prazo nos discos. Já a pessoa sedentária deixa de fortalecer a musculatura em volta da coluna, o que pode provocar crises de dor”.

Toda hérnia de disco tem que ser operada? “Muito pelo contrário. Um estudo mostra que 96% das hérnias de disco não dão sintomas, é considerada o envelhecimento do disco. Muitas pessoas têm e nem sabem. Desses 4% que dão sintomas, menos de 5% são operáveis”.

Quais os riscos da operação de hérnia de disco? “As cirurgias evoluíram bastante e o risco diminuiu. Entretanto, a cirurgia pode gerar infecção, lesão nervosa e também pode não resolver, não curar. A coluna continua lá e a hérnia pode retornar”.

Depois da cirurgia de hérnia de disco, algum exercício é proibido? “Depois da operação, a pessoa deve ser avaliada por um profissional e começar o exercício físico gradativamente”.

Scaff lembra que o exercício é um dos melhores remédios para a nossa coluna.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DE BEM ESTAR

Deixe seu comentário