Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Estudante de Arquitetura e Urbanismo é agredida ao chegar para aula na Ufes

Estudante de Arquitetura e Urbanismo é agredida ao chegar para aula na Ufes
14 março 20:19 2019 Imprimir notícia
Polícia

Uma estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) foi agredida quando chegava para a aula no Campus de Goiabeiras, em Vitória, por volta de 6h30 de terça-feira (12/03). O agressor foi detido.

O homem tentou estrangular a estudante no Centro de Artes, onde fica o prédio do curso. Ao ser agredida a estudante gritou e foi socorrida por uma auxiliar de serviços gerais que deu vassouradas no agressor. Logo em seguida, a mulher acionou um vigilante que estava próximo do local foi ajudar a estudante.

"Ele baixou e pegou no pescoço dela e ela começou a gritar socorro: "moça, pelo amor de Deus me ajuda". Foi o momento que eu corri e peguei a vassoura para acertar ele e ele não soltava por nada. Eu avistei um jovem que era aluno e ele pegou e veio correndo para socorrer. O encarregado veio correndo com o segurança e ela conseguiu se soltar e correr para a secretaria", relatou a mulher.

A Gerência de Segurança e Logística da Ufes informou que, em uma ação conjunta entre vigilantes da Universidade e policiais militares, o suspeito foi detido e levado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) em Vitória.

ASSISTÊNCIA À ESTUDANTE

A estudante foi levada para o Departamento de Atenção à Saúde (DAS) da Ufes onde recebeu atendimento psicológico e assistencial. Ela afirma que nunca tinha visto o agressor antes do ataque. Depois do atendimento, a aluna e o vigilante foram para o DPJ prestar depoimento sobre o caso.

Inicialmente, a Ufes informou que o rapaz não era aluno da universidade, mas depois disse que ele cursa física no campus Vitória.

A Polícia Civil foi procurada quanto ao teor do depoimento do suspeito e sobre o que motivou a agressão, mas até a publicação, não se pronunciou sobre o caso.

A Polícia Militar disse que foi chamada por um policial da reserva que atua na Ufes e informou da agressão. Segundo a PM, a aluga estava com lesões leves no pescoço e o homem recusou se identificar para a guarnição que foi ao local.

VEJA TAMBÉM:

[AGRESSÃO NA UFES] Faxineira usou cabo de vassoura para salvar estudante

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DO G1 ES

Deixe seu comentário