Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Equipe do Governo do Estado busca alianças produtivas para agricultura familiar em Morro do Chapéu

Equipe do Governo do Estado busca alianças produtivas para agricultura familiar em Morro do Chapéu
08 julho 13:22 2019 Imprimir notícia
Política

O Território Chapada Diamantina cada vez mais é reconhecido como um espaço com diversas possibilidades de produção de produtos saudáveis e sustentáveis, como café, morango, uva, vinhos, lúpulo e óleos essenciais.

Para verificar a possibilidade de alianças produtivas entre a agricultura familiar da Bahia com o setor privado, gestores da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) visitaram empreendimentos produtivos no município de Morro do Chapéu, no último fim de semana.

O titular da SDR, Josias Gomes, afirmou que ficou surpreso com a diversidade de produtos cultivados na região: "Queremos levar esses exemplos pra que outros produtores da Bahia possam produzir com a mesma qualidade. O Governo da Bahia é parceiro dos agricultores e Morro do Chapéu mostra que possui alternativas importantes para fortalecer a economia do estado".

A equipe contou com presença do chefe de gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro, do assessor Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Ivan Fontes, do superintendente da Agricultura Familiar (Suaf), Ademilson da Rocha (Tiziu) e do diretor da Superintendência Baiana de Assistência Técnica (Bahiater), Márcio Hirata.
A programação contou com uma visita à plantação de morangos e tomates do Sítio Arcanjo, de lúpulo, de insumos para óleos essenciais e a um produtor de queijos.

O Governo do Estado só por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela CAR/SD, está investindo R$9,5 milhões no Território Chapada Diamantina. São 1.242 famílias beneficiadas com investimentos em 30 empreendimentos em diversas cadeias produtivas.
Para o assessor da CAR, Ivan Fontes, a visita a essas unidades deixa a convicção de que é necessário criar arranjos institucionais: "Esses arranjos vão ajudar a potencializar essas atividades produtivas, articulando assistência técnica, crédito, acesso a mercados, dentre outras demandas".

PORTAL SBN | SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS /ASCOM

Deixe seu comentário