Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Edson Vinícius 22 anos é morto em troca de tiros com grupo de policiais militares, e momento usava roupa camuflada do Exército

Edson Vinícius 22 anos é morto em troca de tiros com grupo de policiais militares, e momento usava roupa camuflada do Exército
24 junho 08:15 2019 Imprimir notícia
Polícia

Moradores do bairro Flexal I, em Cariacica, viveram momentos de terror em meio a um intenso tiroteio na noite de sexta-feira (21).
Durante a ação, Edson Vinícius Barbosa Duarte, de 22 anos, que usava uma roupa camuflada igual à do Exército brasileiro, foi morto na troca de tiros com um grupo de policiais militares.

De acordo com investigadores do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a troca de tiros com os militares ocorreu às 22h45, na rua Padre Gabriel. Porém, moradores da região informaram que desde às 22 horas criminosos armados estavam nas ruas, trocando tiros com traficantes de gangues rivais.

A Polícia Militar foi acionada por causa do tiroteio que estava ocorrendo. Quatro policiais, em duas radiopatrulhas, foram fazer buscas pelos suspeitos. Momentos depois, os policiais se depararam com quatro criminosos armados, que atiraram contra os militares.

Os PMs revidaram com outros disparos e um suspeito que vestia roupa camuflada foi atingido. Segundo informações de investigadores do DHPP, com o baleado foi encontrada uma arma de calibre nove milímetros com carregador. O rapaz foi socorrido e levado para o Pronto Atendimento (PA) de Alto Laje, no mesmo município. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos.

Moradores do bairro ficaram assustados com a quantidade de tiros que foram ouvidos durante a noite. “Foi muito tiro, muito mesmo. De vez em quando acontece tiroteio aqui. Tinha parado um tempo, mas agora parece que está acontecendo de novo. É uma situação triste”, disse um morador, que preferiu não ser identificado.

Durante buscas na região, a polícia encontrou outra pistola de calibre nove milímetros com carregador alongado. O corpo de Edson Vinícius foi levado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e foi liberado por familiares na tarde de ontem.

Familiares do suspeito afirmaram que ele trabalhava como limpador de vidros. Uma doméstica, de 42 anos, tia do rapaz, afirmou que a família não tem conhecimento do envolvimento de Edson com crimes ou drogas.

“Ele foi criado em família”, afirmou a tia. A PM não localizou outros suspeitos de terem participado da troca de tiros.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Deixe seu comentário