Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Dez coisas que você pode estar fazendo errado na cozinha

Dez coisas que você pode estar fazendo errado na cozinha
04 novembro 18:57 2019 Imprimir notícia
Estilo de Vida

Talvez a culpa da comida não sair tão saborosa não seja dos seus dotes culinários, mas sim de alguns mau hábitos que temos

Cozinhando macarrão

Alguns apreciam cozinhar desde jovens, outros não levam tanto jeito para isso, mas todos nós, em algum momento de nossas vidas, teremos que colocar a mão na massa (literalmente).

Não temos que ser experts na cozinha, mas saber o básico é muito importante para não ter uma dieta baseada em lanches, frituras, comidas congeladas e restaurantes de fast-food (veja algumas dicas de como ter um cotidiano mais saudável e valorizar sua dieta).

Veja alguns erros comuns na cozinha que todos cometemos:

1. Ferver água desnecessariamente

Você já brincou com alguém dizendo que a pessoa só sabia ferver água? Pois é, mas sabia que você pode estar fazendo isso da forma equivocada? Dependendo do que você irá preparar, pode ser necessário que a água esteja somente quente. Por exemplo, para ovos, peixes e até mesmo frutas, basta que a água esteja quente, antes do ponto de ebulição, quando poucas bolhas estouram na superfície. No entanto, quando cozinhar massas ou vegetais, a água deve borbulhar.

2. Não entender seu forno

Os fornos não têm exatamente a mesma temperatura e, por isso, você deve conhecer e entender o seu, prestando atenção nas alterações que ele apresentar, pois é importante que o forno esteja bem regulado. Mesmo seguindo minuciosamente os passos de uma receita, errar na temperatura do forno pode acarretar um desastre. Ficar abrindo a porta do forno antes do tempo mínimo de cozimento também é um fator que atrapalha bastante.

3. Derreter demais a manteiga

Para que a manteiga esteja no ponto certo para ser usada em receitas, o ideal é deixá-la em temperatura ambiente por uma hora, assim ela amolece naturalmente. Caso você esqueça de tirá-la da geladeira e tenha que apelar para o micro-ondas ou derretê-la em fogo brando, não a "ferva", pois isso pode comprometer o sabor do alimento que você estiver preparando (saiba sobre os riscos desse tipo de alimento clicando aqui).

4. "Desrespeitar" as claras em neve

Claras em neves fornecem a consistência ideal para bolos e suflês, mas precisam ser batidas até apresentarem espuma, ficando cremosas e brilhantes. Certifique-se de não deixar nenhum resíduo de gema ao separá-la da clara. Uma dica é quebrar o ovo e deixar a clara escorrer pelos dedos em uma tigela limpa enquanto segura a gema cuidadosamente. Deixe as claras "descansarem" por um tempo, pois claras geladas não ficam muito bem batidas. Utilize batedores limpos e secos e bata as claras na velocidade máxima; só não bata demais ou as claras podem ficar com uma textura granulosa e com pequenas pelotas.

5. Lavar a massa

Muitas pessoas fazem isso para que a massa esfrie rapidamente, mas quando você lava o seu macarrão após o cozimento, você lava também o amido que faz com que o molho grude nele. E o resultado disso? Uma massa escorregadia.

6. Amontoar o macarrão na panela

Tudo bem que você precisa economizar água e energia também, mas utilizar uma panela menor para cozinhar macarrão pode ter um lado negativo, que é acabar com uma massa grudenta e viscosa. Sempre ferva a água antes de colocar o macarrão, para então prosseguir com as instruções de cozimento.

7. Refrigerar coisas que não gostam de frio

O senso comum pode sugerir que manter as coisas na geladeira é bom para tudo, mas não é. Muitas coisas que são refrigeradas não precisam ser. As batatas e tomates, por exemplo, quando armazenados na geladeira perdem muito da sua textura e sabor.

8. Matar suas ervas frescas

Se você mantiver suas ervas em um saco plástico na geladeira, você provavelmente terá uma saquinho cheio de plantas herbáceas com caules marrons e viscosos dentro de poucos dias. Há uma maneira mais apropriada de armazenar suas ervas e assim preservá-las por muito mais tempo: remova as ervas do saco plástico, corte uma pequena parte da raiz e depois coloque-as numa jarra com água (assim como você faz com suas flores). Para coentro e salsa, coloque um saco plástico por cima, sem deixar muito apertado, e prenda um elástico para guardar na geladeira. Para plantas como hortelã, alecrim, sálvia, tomilho ou ervas mais resistentes, mantenha-os em um vaso sobre o balcão em temperatura ambiente.

9. Maltratar os grãos de café

Muitas pessoas deixam os grãos de café guardados na geladeira, no entanto, isso não faz o seu café melhor e, na verdade, a condensação pode afetar os grãos e levá-los a perder o seu delicioso sabor torrado. Os melhores lugares para armazenar os grãos de café são potes herméticos de vidro ou recipientes de cerâmica, mantidos em local escuro e fresco.

10. Não deixar a comida descansar

Sua comida precisa de um repouso também! Ao tirar carnes e pratos cozidos do forno, eles precisam descansar alguns minutos antes de serem servidos. Fazer isso com carnes, por exemplo, impede que a água tome conta do prato todo. E quanto a pratos cozidos, como lasanhas ou guisados, isso ajuda os líquidos a serem reabsorvidos pela comida para que você não acabe tendo uma bagunça ensopada e escorregadia.

São pequenos detalhes que fazem uma grande diferença. Pronto para colocá-los em prática?

PORTAL SBN | SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS

Deixe seu comentário