Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Chuvas já deixaram 240 pessoas desabrigadas

Chuvas  já deixaram 240 pessoas desabrigadas
15 novembro 12:48 2019 Imprimir notícia
Espírito Santo

As chuvas que atingem o Espírito Santo desde o início da semana destruíram as casas de 240 pessoas. Somadas aos 249 que tiveram que deixar suas residências por conta de enchentes e alagamentos, já se aproxima de 500 o número de prejudicas. Seis pessoas foram feridas e uma pessoa morreu soterrada.

A pior situação registrada nas últimas 24 horas – entre quarta (14) e quinta-feira (15) – está na cidade de Viana, onde 153 residências foram perdidas, segundo boletim mais atualizado da Defesa Civil estadual. Na cidade vianense 81 pessoas precisaram sair de casa e algumas estão abrigadas na creche Biluca e outros foram para casas de amigos ou parentes.

O governador Renato Casagrande foi ao local e ainda em Santa Leopoldina, segundo município que mais sofre com a precipitação. Todos os feridos e o óbito são na cidade leopoldinense, onde há sete desalojados e 85 edificações destruídas. Numa dessas destruições é que morreu o produtor rural Fabrício Caus, soterrado. O filho dele, Lourenço, de 6 anos, e a esposa, Fernanda, foram resgatados com vida.

Quatro pessoas estão abrigadas na Escola Estadual Alice Holzmeister e outras 78 foram acolhidas na Escola Municipal Milton Cortelet. No município de Domingos Martins também houve destruição residencial e duas pessoas foram afetadas. Outras 32 precisaram deixar suas coisas e estão abrigadas na Escola municipal Santa Isabel ou casa de outras pessoas.

Há desabrigados – pessoas que precisam deixar as coisas, mas que a edificação não chegou a ser perdida – nas cidades de Vila Velha (33 pessoas), Cariacica (28), Vitória (25), Alegre (16), Marechal Floriano (15), João Neiva (4), Piúma (8).

A situação é de alerta máximo, embora as chuvas tenham atingido o estado capixaba em menor volume nas últimas 24 horas. Nas cidades de Viana, Anchieta, Cariacica, Santa Leopoldina e Domingos Martins o risco de desmoronamento é muito alto, pois o solo está encharcado. Os acessos a Santa Leopoldina seguem comprometidos.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DO ES HOJE

Deixe seu comentário