Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99798-9398
    Luscivanio Lopes

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Cada dez trabalhadores brasileiros, nove apresentam ansiedade de grau leve ao incapacitante

Cada dez trabalhadores brasileiros, nove apresentam ansiedade de grau leve ao incapacitante
18 abril 07:25 2019 Imprimir notícia
Saúde

Já imaginou trabalhar ou comandar a direção de uma empresa ao lado de pessoas que você gosta, estar bem humorado todos os dias, não ter aborrecimentos ou estresse? Parece o sonho de todo o trabalhador, e apesar do ambiente 100% perfeito não existir, algumas medidas são capazes de torná-lo muito melhor!

Segundo a psicóloga Beatriz Moura, que é especialista em saúde mental, adotar práticas para melhorar o ambiente trabalhista se tornou uma questão de saúde pública, porque de cada dez trabalhadores brasileiros, nove apresentam ansiedade de grau leve ao incapacitante, e os afastamentos de trabalho por causa dos transtornos comportamentais e de saúde mental não param de crescer no país. Só no ano de 2017, a Secretaria de Previdência registrou nove mil afastamentos.

Como é possível tornar o ambiente de trabalho mais amigável?

"É importante sempre praticar e promover a gentileza dentro do ambiente de trabalho. Os colaboradores precisam se ajudar, sendo gentis uns com os outros, pois isso torna o ambiente muito amigável, além da equipe se manter unida, para que todos superem os desafios. Um ambiente com empatia também faz a diferença e o feedback é importante, pois permite que ambas as partes exponham seus problemas e desafios e encontrem soluções. Celebrar as pequenas e grandes conquistas é fundamental e vale destacar que o ambiente de trabalho precisa ter espaços para descontração", disse Beatriz.

Como as empresas podem contribuir para a saúde dos trabalhadores?

"Cuidar da saúde dos colaboradores é uma forma das organizações dizerem a eles que deseja que eles se sintam bem e cresçam com a empresa, como profissionais e como pessoas. As empresas que possuem programas de promoção da saúde demonstram comprometimento com o empregado. Ações bem-sucedidas de Saúde Ocupacional deixam transparecer o cuidado com o empregado que é o patrimônio mais valioso de uma organização", lembrou a psicóloga.

Ao sentir-se acolhido e cuidado pelo empregador, o colaborador se torna mais engajado e motivado. Além disso, o monitoramento periódico da saúde possibilita à empresa realizar diagnósticos precoces evitando, assim, doenças graves e o possível afastamento do trabalho.

Com tantos benefícios, é importante que as empresas compreendam que realizar determinadas ações visam melhorar a saúde do colaborador, que devem vistas como um investimento e não como custos extras.

Outros aspectos

Para Armelle Champetier, que atua com yoga corporativo, tudo é uma questão de cultura corporativa. "Não existe solução pronta para aplicar, sem ter que passar por um verdadeiro questionamento interno, através de uma pesquisa de clima por exemplo, ou com a intervenção de uma consultoria externa para analisar as dores e entender quais são os eixos de melhoria", disse.

A liderança da empresa precisa ser 100% envolvida nesse processo, pois não existe mudança sem que seja patrocinada pelos líderes da organização. Uma vez o diagnóstico feito, é necessário alocar uma equipe e uma verba, para desenhar, implementar e acompanhar no longo prazo o plano de ações.

Na organização

Essa transformação pode passar por vários aspectos, como por exemplo, o espaço físico (planeamento de espaço para confraternizar, ambiente iluminado e arejado e instalação de plantas), o estilo de liderança (menos “top-down” e mais colaborativo), a cultura da inclusão (diversidade de gênero, raça, idade), entre outras possibilidades.

"Além disso, as empresas podem incentivar uma alimentação saudável (distribuição de frutas e carrinhos de lanches saudáveis) e a prática de atividade física (convênio com academias, patrocínio para provas de corrida, aulas in-company são alguns exemplos). Em relação às questões mentais, as organizações recorrem mais e mais às práticas tais como meditação, yoga corporativo ou quick massage. Existe hoje uma grande diversidade de ofertas no mercado da qualidade de vida que cabe no bolso de todos os tipos de organização. De todas as formas, providenciar um ambiente saudável de trabalho contribui fortemente para a saúde dos colaboradores", finalizou Armelle Champetier.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES FOLHA VITÓRIA

Deixe seu comentário