Estados

  • Contato:
    (73) 99936-1132
    Luscivanio Lopes
  • Contato:
    (27) 99914-9706
    André Oliveira

Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias Portal SBN | Sistema Brasileiro de Notícias

Escritora portuguesa se recusa a receber prêmio literário brasileiro

Escritora portuguesa se recusa a receber prêmio literário brasileiro

Compartilhe esse post

Cultura

Maria Teresa Horta, uma escritora portuguesa premiada pelo 'Oceanos 2017', promovido pelo Itaú Cultural no Brasil, recusou-se a receber a distinção atribuída por sua contribuição à língua materna. A decisão de abrir mão do prêmio - e dos R$ 15 mil previstos para os premiados na sua posição - teria sido motivada por um "respeito à Literatura". Ela foi escolhida em quarto lugar ex aquo juntamente com o romancista brasileiro Bernardo Carvalho, pelo livro 'Simpatia pelo Demônio’.

“Faço-o por respeito pela Literatura, por respeito pelas minhas leitoras e os meus leitores e, sobretudo, pelo respeito que devo a mim própria e a minha já longa obra”, disse a escritora em carta ao júri do concurso, compartilhada com seus seguidores do Facebook. "Sois livres de dar a aplicação que vos aprouver aos 15 mil reais (4 mil euros) que me caberiam, não fosse esta inultrapassável questão que se me coloca e dá pelo nome de dignidade”.

OUTRA RECUSA

Esta não seria a primeira vez que a autora se recusa a receber um prêmio literário. Em 2012, Horta também havia conquistado o prêmio D. Diniz com o livro 'As luzes de Leonor'. Como o prêmio seria entregue pelas mão do então primeiro-ministro de Portugal, Passos Coelho, a escritora rejeitou recebê-lo de quem estaria "empenhado em destruir" o seu País. A organização do evento teria comentado a postura da escritora, que traz na bagagem quase 40 títulos publicados.

Segundo os curadores do 'Oceanos 2017', a portuguesa Ana Sousa Dias e os brasileiros Manuel da Costa Pinto e Selma Caetano, a indicação dos dois autores ao quarto lugar da premiação teria ocorrido "devido a empates sucessivos durante o processo de votação". Com a rejeição do prêmio pela portuguesa, a honraria e o valor em dinheiro foram integralmente concedidos a Bernardo Carvalho.

O Prêmio Oceanos atribuiu o primeiro lugar à portuguesa Ana Teresa Pereira, por 'Karen'. Silviano Santiago ficou em segundo na premiação literária, com 'Machado', enquanto o poeta português Helder Moura Pereira arrebatou o terceiro lugar, com 'Golpe de Teatro'.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DE NOTÍCIAS AO MINUTO

Compartilhe esse post

Deixe seu comentário